sábado, 10 de janeiro de 2015

Civilizações extintas e alienígenas do passado.


Grandes civilizações da antiguidade guardam em seus artefatos materiais e em suas tradições orais marcas e relatos de seres fantásticos que vieram do "céu". Esse é um fato presente em civilizações na China, Índia, Oriente Médio, África, América do Sul e do Norte.
O que mais chama a atenção é que se essas civilizações não mantiveram contado entre si, como elas reproduziram artefatos e tradições orais de extrema semelhança? Alguns artefatos (estátuas, desenhos, máscaras, etc.) são dotados de uma semelhança entre elas que assombra.
Os céticos afirmam apenas ser meras coincidências, alguns investigadores notam algo a mais que isso.
Antigos egípcios e uma tribo africana do Mali, conheciam estrelas que só foram descobertas com o telescópio Hobble, um artefato em forma de avião (ou pássaro) um descoberto no Egito assemelha-se muito com outro encontrado numa civilização pré-colombiana no Peru. Ambos os artefatos foram ampliados em suas escalas perfeitas por cientistas modernos e ficou provado que eles vooam como se fossem aviões. Imagens espalhadas por todo canto do mundo parecem representar astronautas. Um dos escritos mais antigos que temos, os vedas, parece descrever uma espaçonave e dá detalhes de como ele fazia para voar. A própria bíblia, no velho testamento, traz relatos que parecem descrever espaçonaves. E por aí vai.
O que na verdade aconteceu? Seria apenas semelhanças? Sugerimos aqui duas hipóteses.
1. Extraterrestres já estiveram aqui na antiguidade.
E eles deixaram muita coisa em forma de tecnologia que ajudou, de certa forma, o progresso tecnológico dos povos antigos. Também podem ter colaborado para construção de magníficos monumentos que até hoje nos assombram e, por algum motivo, deixaram o planeta.
Esses seres podem ter colonizado o planeta, neste caso, nós seríamos uma miscigenação entre extraterrestres e terráqueos. Ou apenas passaram alguns anos por aqui. Há estudiosos do assunto que instigam uma possível mensagem deixadas por esses seres, elas poderiam estar gravada em algum monumento ou até mesmo em nós, ou seja, nosso DNA teria a chave do mistério.
2. Uma civilização antiga que se extinguiu.
E dela temos os vestígios nos grandes monumentos e nos artefatos que já relatamos. Neste caso, seria uma civilização que há muito tempo possuiu uma tecnologia até mais evoluída que a atual e por algum motivo se extinguiu. O reflexo dessa civilização perdurou por anos e os povos antigos dela guardam lembranças, manifestando-as nos seus artefatos e nas sua tradições orais.
No caso da segunda hipótese, imaginem se daqui a alguns milhares de anos nós nos extinguiremos diante de um grande cataclisma, o que sobrou de nossa civilização são poucas pessoas comuns, que não tem contato e nem conhecem como funciona as tecnologias que existiam, apenas as usavam. Uma nova civilização começa do nada e após mais alguns milhares de anos tornam a adquir alguma tecnologia.
Os arqueólogos dessa hipotética civilização surgida de um cataclismo, pesquisariam o passado, alguns céticos discordariam que aqui já houve pessoas tão evoluídas como eles, outros, com espíritos mais investigativo, tentariam provar que outrora houve computadores, celulares e aviões.
Uma coisa que nem os esotéricos e nem os cientistas negam é o fato do ser humano achar o momento atual como o de máxima evolução, o que está para trás é visto como atrasado e ultrapassado.

Referências:
Série Alienígenas do Passado - History Channel.
CREMO, Michael A.; THOMPSON, Richard L. A história secreta da raça humana.2ed. São Paulo: Aleph, 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...